Europeu adia novos investimentos à espera da reforma da Previdência

Fonte: Folha de S. Paulo Posted on

Grandes empresas com matrizes europeias aguardam a aprovação da reforma da Previdência pelo governo Bolsonaro para definirem novos investimentos no Brasil.

Pesquisas realizadas por câmaras de comércio da Alemanha, França, Espanha e Suécia que, ao todo, ouviram 447 executivos indicam a clara mudança de humor —para melhor. A perspectiva de o novo governo zelar pela saúde da economia melhorou a confiança entre estrangeiros. Mas a maioria prefere aguardar resultados concretos antes de colocar dinheiro no país.

Também em parceria com a Llorente y Cuenca, a câmara espanhola mostra que a reforma previdenciária é uma preocupação para os executivos. Para 66% dos entrevistados, o tema deve ser tratado como prioridade. 

Outras câmaras corroboram essa percepção. Em fevereiro, a Britcham (Câmara de Comércio Britânica) realizou um evento em parceria com a consultoria Control Risks para apresentar riscos políticos, de ética e de segurança para empresas ao redor do mundo.

Leia a matéria na integra

Talvez você gostaria de ler também

\

Bancos devem lucrar R$ 19,15 bilhões no quarto trimestre

O crédito, enfim, voltou a dar o tom no resultado dos grandes bancos brasileiros de capital aberto. Itaú Unibanco, Banco do Brasil (BB), Bradesco e Santander devem mostrar um lucro combinado de R$ 19,148 bilhões no quarto trimestre de 2018, segundo média das projeções de analistas consultados pelo Valor.O número indica crescimento de 12,09% na[…]

Saiba mais

Bancos têm primeiro crescimento no crédito em 3 anos

Os maiores bancos privados do país vislumbram para este ano um mercado de crédito muito mais aquecido, com projeções de crescimento de mais de 10% para as carteiras. É um salto em relação a um 2018 que já não foi de todo ruim. No ano passado, o estoque combinado de empréstimos e financiamentos de Itaú[…]

Saiba mais

Brasil precisa prosseguir com ajustes na economia e reforma da Previdência, reitera Ilan

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, reiterou nesta terça-feira que o Brasil precisa prosseguir com os ajustes na economia, especialmente com a reforma da Previdência, para garantir um caminho de sustentabilidade fiscal e maior crescimento. Falando em evento em Genebra, na Suíça, Ilan também avaliou que as políticas monetárias em países emergentes enfrentam desafios[…]

Saiba mais

Brasil terá de rever planejamento elétrico se economia crescer acima do esperado, diz ONS

Se a economia brasileira crescer além do esperado, o planejamento do setor elétrico terá de ser revisto para acompanhar a demanda. Foi o que disse na manhã desta quarta-feira (13) o diretor do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Barata. Ele afirmou, no entanto, que não há risco de desabastecimento e que fontes renováveis são[…]

Saiba mais

Clima econômico dá um salto no Brasil e se descola da América Latina, diz FGV

O clima econômico no Brasil deu um salto em janeiro, descolando-se da América Latina e do resto do mundo. Sondagem da FGV (Fundação Getulio Vargas) elaborada em conjunto com o instituto alemão ifo mostra que o Brasil foi um dos poucos países da América Latina a registrar melhora no ICE (Indicador de Clima Econômico), que[…]

Saiba mais

Com maior peso no PIB, setor de serviços puxa avanço da economia

O setor de serviços, que responde por 75,8% do Produto Interno Bruto (PIB), cresceu 1,3% em 2018, e foi o que mais contribuiu para o avanço da economia, ao registrar taxas positivas em todas as sete atividades pesquisadas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta quinta-feira, 28. Atividades imobiliárias, que[…]

Saiba mais

Como a melhoria do sistema antidumping pode ajudar na produtividade do país

O Brasil é um usuário assíduo de mecanismos de defesa comercial, em especial medidas antidumping. Já em 2007, o país era o 8º maior usuário de antidumping dentre os mais de 150 países membros da Organização Mundial do Comércio (OMC), respondendo por 5,6% de todas as medidas em vigor. O uso dessas medidas pelo Brasil se[…]

Saiba mais