Debates qualificados marcam evento Projeções Econômicas 2022 com Banco Central

No último dia 18 de maio, a Câmara Espanhola, com patrocínio do escritório de advocacia Pinheiro Neto, promoveu o evento Projeções Econômicas 2022 com Banco Central. A palestra permitiu que profissionais de alto escalão das empresas associadas assistissem às análises do Banco Central, Tendências Consultoria e XP Investimentos para a economia brasileira este ano, considerando as variáveis internas e externas. A discussão foi mediada por José Luiz Homem de Mello, sócio do Pinheiro Neto especializado em corporate finance e direito bancário.

Bruno Serra Fernandes, diretor de Política Monetária do Banco Central, abriu as falas dos palestrantes descrevendo como o cenário internacional afetará a economia brasileira nos próximos meses. Segundo Fernandes, a recuperação econômica mundial no pós-pandemia está acontecendo porque os policy makers se prepararam para esse cenário. Entre as ações tomadas pelos bancos centrais em todo o mundo, o palestrante citou as políticas para enfrentar a tendência inflacionária, usando como estratégia a alta de juros e o combate ao excesso de demanda. Para finalizar, o diretor explicou que os resultados da política monetária serão importantes para a avaliação das ações do Banco Central visando recuperação econômica.

O segundo especialista a falar foi Rafael Cortez, cientista político e sócio da Tendências Consultoria. Sua análise partiu do ponto de vista de que a economia nos próximos meses será influenciada pelas eleições presidenciais que acontecerão em outubro. Em um claro cenário de polarização, dois grupos serão essenciais para a decisão nas urnas eletrônicas: eleitores até dois salários mínimos e evangélicos. De acordo com o especialista, o mercado não será totalmente benevolente com os resultados, sendo que o acirramento da tensão institucional do Executivo com os demais Poderes poderá ter custos econômicos e reputacionais para o Brasil. Cortez também comentou rapidamente sobre o risco externo à economia, estimulado principalmente pela guerra na Ucrânia.

Finalmente, Caio Megale, economista da XP Investimentos, fez uma análise da economia global e suas duas maiores influências atuais, a pandemia e a disputa geopolítica no Leste Europeu. A crise causada por esses fatores, para o profissional, será diferente daquela enfrentada em 2008. Ao contrário da crise da primeira década do século XXI, que teve origem na estrutura do sistema financeiro, a atual é uma ressaca, ou crise cíclica, na qual o Brasil tem se destacado por sua recuperação. Na interpretação de Megale, a performance do PIB brasileiro em 2022 será melhor do que o esperado, em razão do crescimento do preço das commodities e das estratégias implantadas pelo Banco Central.

O evento Projeções Econômicas é um dos mais tradicionais da Câmara Espanhola. A edição 2022, com destaque para a participação do representante do Banco Central, é o primeiro encontro de debates econômicos e financeiros realizado fisicamente desde o início da pandemia, mostrando a tendência de volta de reuniões presenciais na programação da entidade. 

Acesse as fotos do evento aqui!

Patrocínio:

Pinheiro Neto Rua Hungria, 1100

18/05/2022
09:30 às 11:30

Presencial

COMITÊ REALIZADOR
    string(0) ""