Saiba como a tecnologia vai do campo até a mesa

Fonte: G1 Posted on

Do campo para o campus e de volta para o campo. Esse caminho vem sendo percorrido por jovens, filhos de agricultores ou produtores de aves, suínos e leite, que saem em busca de conhecimento na universidade e voltam para a propriedade com tecnologia e soluções para os velhos e conhecidos gargalos.

Uma oportunidade para jovens curiosos por tecnologia, que agora encontram no agro um cenário lucrativo. Embora o caminho nem sempre seja esse, com raízes no campo, a verdade é que o Agro 4.0 tem aberto oportunidade para novas profissões e novos mercados para quem investe em conhecimento de TI, programação, criação de softwares e aplicativos voltados para o agronegócio.

Recentemente o programa de capacitação Startup SC, iniciativa do Sebrae de Santa Catarina, anunciou as 50 empresas selecionadas para participarem do programa. Entre elas, ao menos dez das startups escolhidas oferecem soluções relacionadas à cadeia de produção agro e distribuição de alimentos.

Tecnologias para a qualidade do leite se destacaram no programa, entre elas a Alcance Tecnologia, criadora do Metaprism Mercury, um sistema que permite o controle e a otimização da coleta de leite por coletores, cooperativas ou laticínios. Os dados relativos a cada coleta são integrados em uma plataforma web para acompanhamento periódico.

Outra tecnologia selecionada foi a Bionexus, que oferece uma análise de amostras de leite cru em 60 segundos. Os indicadores de qualidade são armazenados na nuvem em uma plataforma integrada que conecta o produtor, a indústria e consultores rurais.

A Sempre Mais Sistemas também aparece entre os softwares do agronegócio com o premiado Mais Leite, que monitora indicadores da qualidade do leite e oferece informações estratégicas aos produtores. Uma das sócias da empresa, Taubita Sordi, que também é filha de produtores de leite, destaca que o projeto já foi premiado nacionalmente, pelo edital Sebrae de inovação em 2016, e é mencionado como destaque de inovação no agronegócio em SC.

Táubita trabalha há mais de 11 anos com Tecnologia da Informação (TI), é especialista em Qualidade de Software, mas foi em 2014 decidiu unir formação com o meio rural. Hoje a Sempre Mais Sistemas é uma empresa que desenvolve soluções para o agronegócio, com forte atuação na cadeia leiteira, afim de fomentar a produção e a gestão da informação.

Everton Lenger é filho de produtores de leite de Cordilheira Alta, Oeste de Santa Catarina e hoje desenvolve soluções para o aplicativo Mais Leite conhecendo de perto o dia a dia do campo. O colega, Iuri Pilatti, que veio de Quilombo, conta que tinha curiosidade por computadores, estudou Sistemas de Informação e hoje também é programador do app.

Leia a matéria na integra

Warning: Uninitialized string offset 0 in /www/wwwroot/www.camaraespanhola.org.br/wp-includes/class-wp-query.php on line 3714